Quelimane: Edilidade remove ponte que provocou naufrágio

em DESTAQUES/POLITICA por

O Conselho Municipal de Quelimane decidiu remover a ponte do rio Chicapa, em que embateu uma embarcação que acabou por naufragar, que provocou cinco mortos e 12 desaparecidos. Os trabalhos de remoção da ponte iniciaram-se na quarta-feira e devem terminar dentro de 90 dias. informou Miguel Caetano, Porta-voz da PRM na Zambezia.

“É uma estrutura metálica de menos de um quilómetro, colocada no rio há cerca de 20 anos e que foi sendo corroída com o tempo até desabar há dois anos, devido às cheias”, disse Caetano.

Na segunda-feira, o município de Quelimane decretou um luto de três dias pela morte de cinco pessoas e desaparecimento de 12, na sequência do naufrágio no passado sábado de uma embarcação que saía de uma margem para a outra do rio Chicapa. De acordo com dados do município de Quelimane, dez pessoas sobreviveram ao naufrágio.

Leia:  MOÇAMBIQUE: 43% de crianças sofrem com desnutrição crónica

1 Comment

  1. so agora é que o municipio, penso em remover a ponte? esse troço de quelimane – madal, ha muitas pontes nesta situação. onde estavam os tecnicos de construçao civil, em especial, os especialista em estradas e pontes quando a ponte estava no seu estado ultimo de utilização? a administração de estradas da zambezia e o municipio de quelimane levam a culpa desses mortos e desaparecidos. esses sao as identidades, que tinham que fazer inspensao da ponte, e colocar a segurança, nesse troço.

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.