“O gato e o escuro” é o novo livro de Mia Couto a ser lançado este sábado

O escritor moçambicano Mia Couto lança, este Sábado, pelas 11h00, o livro infantil “O Gato e o Escuro”, na Fundação Fernando Leite Couto, em Maputo. Trata-se de uma nova edição desta obra que o autor publicou há alguns anos, contando, desta vez, com ilustrações de um artista moçambicano Luís Cardoso..

A temática de “O Gato e o Escuro” é tão actual quanto pertinente, dada à intenção do autor quando escreveu o texto. Neste livro, Mia Couto convida os leitores a uma aventura destemida para enfrentar o medo. Leva-os ao encanto do mundo mágico da aventura, com um misto de emoções: a tristeza de quem se perde, o conforto da companhia materna e o brilho da amizade e da tenacidade.

É neste arco-íris da aventura que se convertem fraquezas em força, inspirador para as crianças. O livro foi escrito numa linguagem acessível, mas sempre com o traço do autor, que se consubstancia no contributo que dá em vocabulário à língua portuguesa. Ao entrarem em contacto com “O Gato e o Escuro”, os mais pequenos se estarão também a introduzir na fantástica escrita do autor moçambicano. Este “O Gato e o Escuro”, cuja tiragem é de cinco mil exemplares, conta com ilustrações do artista moçambicano Luís Cardoso. A Fundação Fernando Leite Couto e o autor decidiram-se por esta tiragem para permitir que a obra chegue a mais mãos, sobretudo dos mais pequenos, no quadro dos esforços que empreendem para tornar o livro mais disponível no país.

O evento de lançamento de “O Gato e o Escuro” compreenderá uma animação teatral da obra, pela actriz e encenadora Sufaida Moyana e pelo bailarino de dança tradicional Jaime Nhamatate, ao que se seguirá a leitura do livro por crianças e uma intervenção do autor, que vai interagir com crian- ças sobre o fascinante mundo da leitura. O DIA

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Default thumbnail
Notícia Anterior

ANAMM desenvolve Estratégia de Lobby e Advocacia

Default thumbnail
Próxima Notícia

Standard Bank Moçambique arrecada prémio internacional

Recente deCULTURA

Intruso Voador

A debilidade luminosa era por conta do crepúsculo vespertino por isso muitos aldeãos regressavam de seus

Batuque de Lamas!!

O velho acordou e dobrou seu cachimbo… Farlai ficou entre lagrimas e fumo dos deuses… Nossas

Deus de África!!

  Também é branco por isso as vezes o achamos estrangeiro Manipula a nossa mente e

Translate »
WhatsApp chat