Araujo defende a criação de uma Escola de Inglês em Quelimane

em DESTAQUES/POLITICA por

Zito Ossumane, nosso enviado Especial à Blantyre — Malawi

A cidade de Quelimane, em Moçambique, na província da Zambézia e o Conselho Municipal de Blantyre (BCC) de Malawi assinaram quarta-feira um Memorando de Entendimento que deverá melhorar o desenvolvimento em vários campos, incluindo educação entre outros.

O acordo mútuo visa criar diferentes oportunidades de negócios para os residentes de ambas as cidades.

O Memorando de Entendimento recém-assinado consiste em cinco pontos vitais que facilitaram as duas cidades na troca de conhecimento em diferentes áreas, promovendo o intercâmbio cultural. Ele também criará um ambiente favorável para investimentos recíprocos por parte dos empresários, impulsionando assim a economia das duas cidades.

Falando durante a cerimónia de assinatura do memorando no Blantyre City Council, o Autarca da Cidade de Quelimane, Manuel de Araujo assegurou o compromisso de atender as necessidades das pessoas nas cidades de Quelimane e Blantyre através do relacionamento existente.

“A visita de quatro dias com uma forte delegação de pessoas de negócios mostra que estamos muito comprometidos com essa parceria. Conseguimos encontrar diferentes empresários que mostraram interesse em abrir diferentes negócios em diferentes áreas.

“Este é apenas um guarda-chuva oficial para fortalecer o relacionamento que já existe. Não temos professores de inglês suficientes e acredito que, através deste acordo, veremos mais professores do Malawi que ensinam em Moçambique e até mesmo abriram escolas de inglês, portanto, promovendo a educação “, afirmou.

Em suas observações, o edil da cidade de Blantyre, Wild Ndipo, expressou sua felicidade em relação à assinatura do acordo de cooperação, dizendo que elevou o relacionamento entre as duas cidades para outro nível.

“Estou muito contente com o memorando que assinamos com Quelimane. Reavivou o relacionamento que estava quase morrendo e isso promoverá vários desenvolvimentos de benefícios mútuos, incluindo áreas de parceria público-privada. Existe um potencial neste relacionamento que os residentes se beneficiarão mais com isso”.

Leia:  João Lourenço diz que resultados eleitorais "foram bons"

“Chamamos as pessoas em Blantyre a usar isso como uma oportunidade de abrir negócios em Quelimane especialmente professores porque nossa cidade irmã tem um desafio em comunicação especificamente em inglês para que nossos professores possam facilmente se beneficiar mais”, disse ele.

Quelimane e Blantyre promoverão a prosperidade comum dos munícipes residentes nas duas cidades. O entendimento mútuo comportará visitas regulares entre as duas cidades e designará um escritório e contará com pessoas em seus respectivos conselhos para se responsabilizar pelo trabalho de ligação entre eles, de modo a facilitar o intercâmbio mútuo e a cooperação.

Deixe uma resposta