LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Segurança detido por abandono de arma no posto de trabalho

em DESTAQUES/SOCIEDADE por

Um segurança privado de uma firma não especificada pela PRM, está detido por suspeitas de conivência de diversos assaltos na cidade de Quelimane.

O segurança está sob custódia da Policia da República de Moçambique por ter abandonado o seu instrumento de trabalho no posto de guarnição. Trata-se uma arma de fogo cujas especificidades não foram reveladas à comunicação social.

Falando há jornalistas Miguel Caetano, Porta-voz do Comando Provincial da PRM na Zambézia explicou que após o abandono que se supõe que tenha sido premeditado, indivíduos até então desconhecidos furtaram-na tendo de seguida tratado de arrombar uma casa na unidade residencial de Sampene de onde subtraíram diversos bens, avaliados em mais de 102 mil meticais.

“Trabalhos decorrem com vista a neutralizar esses indivíduos para a sua devida responsabilização criminal. O agente de segurança está sob custódia policial para poder se perceber em que circunstanciais teria abandonado a arma para colocar-se em lugar incerto e a mesma arma ser furtada na sequência para a prática de um crime ”.

Assaltos a residenciais a calada da noite em Quelimane tendem a aumentar nos últimos dias, face a isto a PRM refere que continuará em prontidão para dar resposta para a solução destes problemas que minam a segurança e tranquilidade públicas.

Leia:  Falta de transparência na admissão: Ceta Construções é acusada de corrupção
Ir para topo