LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

CHEGOU AO FIM O LONGO REINADO DE YASSIN CALÚ: O homem das 07 vidas

em DESTAQUES/POLITICA por

Numa acção classificada como estratégia política de sobrevivência e de repulsa de Manuel de Araújo de tudo quando o poder(ia) prejudicar neste 2018. Yassin Calú foi exonerado e humilhado publicamente na praça da Paz em Quelimane diante de centenas de munícipes que afluíram massivamente à marcha por ocasião dos 6 anos de governação de Manuel de Araújo e do Movimento Democrático de Moçambique em Quelimane.

Kalu-200x300 CHEGOU AO FIM O LONGO REINADO DE YASSIN CALÚ:  O homem das 07 vidas
Yassin Calú

A história é longa, mas a gota de água que fez transbordar o copo foi o alto estado de degradação das vias de acesso em Quelimane. De Araújo justificou a sua decisão em demitir Yassin Calú da posição de vereador para área de infra-estruturas e urbanização com o pressuposto de que é “incompetente” dado que nos últimos dias as ruas e avenidas da quarta cidade mais importante no País encontram-se esburacadas, as vias secundárias e terciárias que facilitam a ligação inter-bairros estão lamacentas e não beneficiam de nenhum trabalho de manutenção a meses.

O homem que é recordado ao nível dos funcionários do CMCQ por estar constantemente a oferecer presentes ao seu chefe para manter-se no cargo saiu pela porta pequena, numa altura em que diversas denúncias de corrupção envolvendo o seu nome finalmente “chegaram” aos ouvidos do autarca.

O homem confiado do edil foi exonerado segundo explicação do próprio Manuel de Araújo oferecida à imprensa porque que a cidade apresenta-se esburacada conquanto há material e condições técnico-humanas para levar a cabo uma acção de requalificação das avenidas e ruas.

“Nós adquirimos dois lotes de alcatrão, o primeiro lote chegou em Setembro, o segundo lote chegou no dia 30 de Outubro mas até hoje não foi aberto um único tambor ” — Edil de Quelimane.

Araújo acusou o seu ex-vereador, Yassin Calú de ser desleixado e negligente em assuntos que dizem respeito ao bom funcionamento da máquina administrativa municipal, porque que não cumpria as tarefas que eram incumbidas.

“Reconhecemos que as estradas continuam esburacadas, mas isso acontece, quando as pessoas não levam a sério o seu trabalho”− Presidente do Conselho Municipal de Quelimane, Manuel de Araújo anunciado a exoneração do seu vereador em praça pública.

É a primeira vez que Manuel de Araújo anuncia a cessação de Yassin Calú conquanto o Jornal Txopela sabe que ao longo dos últimos anos pelo menos 07 despachos de exoneração foram assinados pelo presidente do município, conquanto nunca chegaram a ser fixados e tornados como oficiais, por alguma razão eram sempre recolhidos de emergência e o homem das 07 vidas manteve-se no poder.

Leia:  PR procede à abertura da Feira de Inclusão Financeira e lançamento do Projecto “Um Distrito, Um Banco”

Facto curioso é que até a data do fecho desta edição não havia sido fixada nas vitrinas do Conselho Municipal de Quelimane nenhuma nota oficial de cessão de Yassin Calú como força a lei e normas do Estado.

Deixe uma resposta

Ir para topo