LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

MCSP equipa Unidades Sanitárias em Nampula

em ECONOMIA por

MCSP equipa Unidades Sanitárias e comunidades com materiais e equipamentos Materno, Neonatal e Infantil

Nampula, 14 de Dezembro de 2017 – O Programa de Sobrevivência Materna e Infantil (MCSP) financiado pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) doou, nesta quinta-feira, kits completos de reanimação para recém-nascidos, bicicletas, fluxogramas, materiais IEC, instrumentos de registos, kits para parteiras tradicionais e de demonstração culinária à Direcção Provincial de Saúde de Nampula, que irão equipar 56 Unidades Sanitárias (U.S) de 23 distritos daquela província. O objectivo é minimizar dificuldades enfrentadas pelos profissionais de saúde na provisão de cuidados de qualidade e contribuir, directa e indirectamente, para a redução da mortalidade neonatal ao nível das U.S e através de acções preventivas que criam demandas nas U.S.

Trata-se de materiais como 213 peras de aspiração, 8 aparelhos de fototerapia, 41 aquecedores de recém-nascido, 52 aquecedores de ambiente, 35 balanças eléctricas, 65 altímetros pediátricos, 252 copos gruduados, 74 fitas métricas, 35 termómetros digitais, 116 baldes com torneiras, 42000 braceletes, 150 esteirinhas de demonstração de métodos ante conceptivos, 38 aspiradores elétricos, 240 colherinhas, 1112 fluxogramas, diverso entre de manejo, conduta de complicações obstétricas e de tratamento da desnutrição, 19788 materiais de IEC diverso, 407 rodas obstétricas, 13 manómetros de oxigénio, 15 Manequins neonatal , 11200 Camisetes, 410 bonés, 820 capulanas, 410 capas de Chuva, 410 pastas, 164 panelas, 1640 pratos 1640 colheres, 1640 Colheres de Pau, 74 pastas de arquivo. O acto contou com a doação de outros materiais bicicletas destinados a activistas de intervenções comunitárias, 220 para Comités de Saúde, 569 e 18426 materiais de monitoria e avaliação, entre livros de registos diário e resumos mensais das áreas institucionais e comunitária.

Leia:  CDN melhora segurança ferroviária no corredor do Norte

A doação ocorre num momento em que a alta mortalidade neonatal é um dos principais desafios que o país, o Ministério da Saúde, tem vindo a enfrentar nos últimos anos. Entre os vários aspectos que podem estar envolvidos destaca-se a falta de material e equipamento necessário para os cuidados adequados ao recém-nascido nas U.S. Os materiais e equipamentos foram adquiridos graças ao apoio do MCSP, os quais já foram igualmente doados à outras U.S. da Província de Sofala.

Em Moçambique, o consórcio MCSP liderado pela Jhpiego e os parceiros Save The Children, John Snow, Inc e PATH trabalham com o MISAU para aumentar o acesso e a cobertura da população aos serviços de saúde reprodutivos, maternos, neonatais e infantis de qualidade, contribuindo para a ampliação e implantação de intervenções de alto impacto para reduzir a mortalidade materna e neonatal. O objectivo do MCSP é contribuir para acabar com as mortes maternas, neonatais e infantis evitáveis através de uma abordagem de sistemas centrada na família, com foco nas províncias de Nampula e Sofala.

As intervenções conjuntas do governo e do MCSP têm contribuído significativamente para redução da mortalidade materna institucional, associados a uma maior adesão aos serviços pré-natais, parto institucional, pós-parto e pós-natal, imunização, consultas da criança em risco e sadia, tratamento da desnutrição e intervenções preventivas na comunidade.

Ir para topo