LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Contra Doutrina – Trump, um ano de sucesso afro-latino na música pop

em DESTAQUES/OPINIÃO por
Jessemusse-Cacinda1-300x300 Contra Doutrina – Trump, um ano de sucesso afro-latino na música pop
Jessemusse Cacinda (Jornalista)

Por: Jessemusse Cacinda*

Em seu livro: “A Greve dos Mendigos ou Dejectos Humanos” (A ser publicado pela Ethale Publsihng em 2018), a escritora senegalesa Aminata Sow Fall, fala dos mendigos que num poder que se pretende seja, puritano, devem ser retirados da cidade – “é preciso livrar a cidade destes homens – sombras de homens, melhor dizendo – desejectos humanos, que nos assaltam e nos agridem em toda a parte e a qualquer hora”, redirigiria a autora, na abertura do seu célebre romance que só no próximo ano estará disponível em língua portuguesa.

De facto, este foi o objectivo de Donald Trump, presidente norte-americano que acabou de cumprir o seu primeiro ano de mandato. O controverso chefe de estado do país mais poderoso do mundo, prometeu caça contra os latinos e afro-americanos, por constituírem verdadeiros dejectos humanos e que agrediriam os americanos do campo, conservadores e achados como donos daquela nação.

Entretanto, porque nem sempre a vontade de banir os dejectos humanos da cidade funciona, eis que, para além dos habituais afro-americanos que tem tendência de controlar a música Pop, este ano, o espaço foi invadido por artistas africanos, sendo a Nigéria, o destaque, assim como a música latina ocupou os espaços de dança e premiações. E o retorno do sucesso da cultura latina, demonstra que passito a passito, a história vai demonstrando o seu carácter cíclico. 

 *Em Quelimane 
Leia:  AS LIÇÕES DE FREETOWN
Ir para topo