LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

PRM exibe musculatura bélica na marcha de protesto “Max Love”

em DESTAQUES/POLITICA por

Quelimane (Txopela) – Um aparatoso contingente das forças de repressão pertencentes à Policia da República de Moçambique foi instalado em diversas instituições e avenidas da cidade de Quelimane está terça-feira, dia em que membros do MDM, familiares, amigos e activistas de direitos humanos saíram as ruas para protestar pelo bárbaro assassinato de Max Love.

O edifício onde funciona o comité provincial do partido Frelimo, Procuradoria Provincial, Tribunal Judicial e a residência protocolar do Governador da Zambézia foram os locais altamente cerceados pelas forças antimotim que vezes sem conta ameaçaram disparar caso os manifestantes ultrapassassem “os milites previamente acordados” .

4 ANOS SEM MAX LOVE: MDM saiu as ruas em protesto

A presença de perto de uma centena de homens armados nas ruas da cidade de Quelimane gerou uma onda de indignação e repulsa dos manifestantes “estamos a ser intimidados por forma que não continuamos com a marcha, querem silencia aqueles que apregoam os valores da democracia e do direito a vida” reagiu Manuel de Araújo em discurso na praça da paz e acrescenta “O sangue dos que lutaram pela democracia servirá para a manutenção desse desiderato no seio dos moçambicanos, cada tiro que nos derem e cada vida que levarem de nós , os nossos corpos servirão de estrume para trazer a justiça e a verdadeira independência para Moçambique”

 

 

Leia:  Sociedade civil quer fiscalizar provimento de medicamentos nas unidades sanitárias da Zambézia
0 MT0.00
Ir para topo