LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

CDN melhora segurança ferroviária no corredor do Norte

em SOCIEDADE por

Nampula (Txopela) – As campanhas ferroviárias levadas a cabo pelo Corredor de Desenvolvimento do Norte (CDN) ao longo do Corredor do Norte estão a melhorar a segurança ferroviária, e consequentemente, a reduzir os acidentes ferroviários ao longo da linha férrea que compõe este percurso.

De Janeiro até ao presente momento, a CDN registou quatro acidentes ferroviários contra seis de igual período do ano passado o que reperesenta uma redução de 25%. Dos quatro acidentes registados no ano em curso, três foram fatais. Mesmo com essa redução, a empresa continua preocupada porque a sua crença é de “acidentes zero”

Neste ano, a CDN realizou um total de 115 campanhas de segurança ferroviária abrangendo cerca de 10 mil pessoas que vivem nas regiões atravessadas pela linha férrea no Norte do país.

“A vida em primeiro lugar é o principal valor da CDN, que se traduz igualmente pelo cuidado que tem com as comunidades que vivem ao redor da linha férrea, e, por essa razão, um dos principais pilares do seu investimento social é passar aos utentes do comboio e das comunidades em geral os principais cuidados a ter com o comboio e adoptar comportamentos seguros perante a linha férrea”,- disse Sérgio Paunde, respondendo pelo investimento social na CDN.

Ainda no âmbito de melhorar a segurança ferroviária e evitar a ocorrência de acidentes ferroviários, a CDN investiu neste ano mais de 500 mil dólares na conversão de sistemas de freio das carruagens.

Actualmente, as carruagens que transportam pessoas e bens na região norte do país, usam o sistema de freio de ar comprimido , como resultado da substituição do sistema de freio de “vácuo”.

O sistema de freio de ar comprimido é uma tecnologia moderna que foi abraçada pela empresa no âmbito da melhoria dos serviços e reforço de segurança no transporte de passageiro e cargas. Com este sistema, o comboio pára de forma mais rápida, numa distância curta, garantido assim maior segurança da composição e dos passageiros.

Leia:  ORÇAMENTO: 12 Mil milhões para a Zambézia em 2018

Numa primeira fase foram convertidas para o sistema de ar comprimido 10  carruagens, de um total de 22 que serão convertidas até final do ano em curso.

0 MT0.00
Ir para topo