Governo tenciona regularizar o Garimpo

em DESTAQUES/ECONOMIA por

Anita Pinto

Garimpo-na-Zambezia-300x199 Governo tenciona regularizar o GarimpoQuelimane (Txopela) — O Governo da Província da Zambézia anunciou a pretensão de regularizar a extracção de recursos minerais nos distritos de Gilé, Morrumbala, Alto Molocué, Mulevala, Mocuba, Milange e Maganja da Costa.

A decisão foi anunciada esta quarta-feira a margem da realização da terceira sessão ordinária do Governo Provincial, a medida visa essencialmente diminuir os casos de perdas de vidas de cidadãos nacionais que dedicam-se a exploração de recursos de forma clandestina e sem os meios adequados. João Nhabeça Porta-voz do Governo Provincial na Zambézia afirmou que o que se pretendente é queesta exploração seja amiga do ambiente, bem como uma exploração que seja legal e que garanta a segurança, a todos os nossos cidadãos. Sublinhou Para depois acrescer que o objectivo do Governo “não é propriamente multar, mas permitir que estes cidadãos formem associações e que os mesmos se tornem legais disse.

Sabe se no entanto que até ao momento já foram constituídas cerca de 11 Associações de Garimpeiros e 5 mil pessoas estão envolvidas na extracção de minerais ao nível da província, e o Governo sublinha de que as pessoas dependem essencialmente destas actividades como fonte de rendimento.

João Nhabeça recomendou na ocasião a diversas entidades para que se reforce o processo de fiscalização de forma a evitar se que mais pessoas percam a vida resultante de exploração não segura de recursos minerais.

Leia:  Arranca Censo Piloto na Zambézia