LIBERDADE & INDEPENDÊNCIA

Direcção da Nova rádio paz “demite” colaboradores

em DESTAQUES por

Nova-Radio-Paz-1-300x225 Direcção da Nova rádio paz “demite” colaboradoresA nova Rádio Paz, emissora católica da diocese de Quelimane colocou aos olhos da rua três dos seus colaboradores recentemente e garante que vai continuar a pautar por essa conduta, uma vez que não tem musculatura financeira para continuar a pagar os subsídios destes.

A informação foi tornada publica pelos profissionais de comunicação afastados, nomeadamente, Antónia António, Gracinda Rodrigues e Ilda Mussamacha que desempenhavam as funções de locutoras sendo uma em língua chuabo e duas em Lomué.

A estacão radiofónica abriu as portas em 12 de Outubro de 1998, a principal rádio comunitária com uma grelha de programação que aposta em conteúdos sociais notabilizou-se pela promoção da música local e transmissão das missas da sé catedral.

Ao que apuramos, a decisão da Direcção da rádio será contestada pelos colaboradores junto ao Sindicato Nacional de Jornalistas e da Direcção Provincial do Trabalho para que haja justiça, segundo explicam os ofendidos o seu afastamento do quadro do pessoal da rádio não tem justificações plausíveis.

Maria Idalina Patia, coordenadora da estacão já reagiu o facto e refere que a decisão tem haver com faltas de recursos financeiros para suportar as despesas e alega que os que ficam passam a receber os seus subsídios directamente de um programa denominado DIALOGO .

Circulam informações de que num futuro breve a estacão poderá fechar as portas aliado a um caso ainda sem desfecho entre as missionarias que gerem a estacão e o bispo da diocese de Quelimane, onde o timoneiro da igreja reclama a gestão da estacão para si e as missionarias também.

Leia:  NAS ÁGUAS DE QUELIMANE: 14 Pessoas morreram por afogamento
Ir para topo