Casamentos prematuros preocupam autoridades na Zambézia

em DESTAQUES/EDUCAÇÃO/SOCIEDADE por

A Direcção Provincial do Género, Criança e Acção Social da província da Zambézia promoveu um encontro, recentemente, na cidade de Quelimane com vista discutir o ponto de situação dos centros infantis e das raparigas nesta parcela do país.Casamentos-Prematuros-na-Zambezia-300x140 Casamentos prematuros preocupam autoridades na Zambézia

Tratou-se da II Secção do Conselho Coordenador da Direcção Provincial do Género, Criança e Acção Social. No seu discurso de ocasião Sebastiana Gemusse, Directora do Pelouro disse que a situação da rapariga na província é preocupante devido aos casamentos prematuros que lhes confere um futuro inserto e apela a sociedade moçambicana que não paute por essa via porque periga inclusive o futuro da nação.

De acordo com Sebastiana Gemusse, a situação de mendicidade, também, é alarmante na cidade de Quelimane visto que põe em causa o futuro das crianças, que muitas vezes, deixam de ir à escola para acompanhar os idosos a pedir esmola de porta em porta.

Para minimizar a situação de mendicidade, particularmente, na província, a Direcção do Provincial do Género, Criança e Acção Socialrdpo, aponta que tenciona erguer um centro aberto para os idosos.

Leia:  "MFW deu oportunidade aos outros modelos para mostrarem o seu valor na passarela"