HUMANO! ONDE ESTÁ O HUMANISMO?- Rogerio Marques Junior

em OPINIÃO por

É tamanha dor que perpassa o meu corpo e o meu espirito. É tamanha tristeza perante a burra inteligência do ser humano. É tamanha desilusão comigo e connosco – raça de sábios, que de sábios tem nada.

Somos bandos de carcaças vazias que apregoamos, de boca cheia, os valores da igualdade, da justiça social, paz, bondade, etc. quando na verdade, a nossa luta é egoísta. A regra é: “Salve-se quem puder”. A pergunta é: “e os que não podem?”.

Nós próprios criamos mecanismos que, de forma permanente, fecham portas dos sonhos daqueles que tem o sonho como seu melhor aliado. Nós próprios delimitamos que para certas categorias requerem-se certos títulos. Então como me dizes daqueles valores?

Envidamos esforços e lutas incontáveis tentando alcançar essas utopias. Alguns fazem dessas lutas como mais uma fonte de seu sustento e enriquecimento. Se fossemos, todos nós, compatíveis com aquilo que escrevemos e exteriorizamos em público, essas lutas fariam mais sentido e alcançariam resultados animadores.

Tenho cruzado com a melancolia que afecta os sem voz, os sem tecto, os sem roupa, os casados fielmente com a miséria. É uma melancolia que entre nós ainda não conhece portas para respirar novos ares. É uma melancolia que roí os corações de poucos que merecem títulos de humanos.

Eu sei que vais dizer que é problema deles. Aprenda a encarar o problema deles como teu. Este é o primeiro passo para resgatar a humanismo que cada vez mais escasseia-se nestas criaturas chamadas humanas

 

Leia:  Câmara de Comércio do Dubai abre representação em Maputo