Partidos da esquerda em Moçambique organizam marcha contra a divida publica

em DESTAQUES/POLITICA por

Carta MarchaNuma iniciativa dos partidos políticos moçambicanos da esquerda, foi convocada para os próximos dias 21 e 22 de Maio, uma marcha contra a divida pública de Moçambique, a situação político militar, violação dos direitos humanos e o alto custo de vida que se regista nos últimos tempos em Moçambique. O ofício em pose do semanário Txopela lê-se “Nos termos do artigo 51, da constituição da república, e em conformidade com os artigos 3,4,5,6 e 1, todos da lei 9/91 de 18 de Julho, o povo é chamado a manifestação popular de repúdio face a actual situação dos pais.”

Este posicionamento dos partidos políticos moçambicanos sem assento parlamentar, surge dias depois de a polícia da república de Moçambique ter “espalhado” um forte contingente policial um pouco por todas as capitais províncias em Moçambique, numa operação cujo propósito era de impedir a realização de um protesto convocado anonimamente através das redes sociais.

Leia:  EM QUELIMANE: Combatentes enaltecem as acções governativas de Nyusi