O drama dos camionistas

em ECONOMIA por

DSC_0083-300x200 O drama dos camionistasAo semanário Txopela os camionistas de veículos pesados aproveitaram para apelar as partes beligerantes para porem fim aos confrontos armados em Moçambique, que estão a prejudicar em grande medida o transporte de pessoas e mercadorias. Os prejuízos dos empresários desde o início dos ataques, em 2013, estimam-se em mais de dois milhões de dólares norte americanos e alguns ameaçam fechar portas. Várias empresas de transporte moçambicanas anunciaram na sequência dos ataques de que iriam paralisar a sua actividade.

“Trago aqui comigo, produtos diversos para Maputo, irei levar tirando os dias normais de viagem mais três dias para aturar as escoltas para chegar ao meu destino é lamentável o que um governo é capaz de fazer com o povo que o elegeu, é simplesmente inacreditável, a RENAMO deve ser ouvida e encontrar-se formas pacificas de eles também participarem na governação, qual o problema nisso? Já lhes demos o poder afinal o que querem mais?”- disse Teodoro Marques, um camionista, apontando a cedência do governo frente as exigências da Renamo como condição principal para o reavivar da paz em Moçambique.

Leia:  Dércio Bucuane é o grande vencedor da 2ª edição do Novabase Estudar Mais