EM ICIDUA: Edilidade prevê a construção de casas resilientes face aos fenómenos calamitosos

em SOCIEDADE por
Participantes da formação na casa do bairro em Icidua
Participantes da formação na casa do bairro em Icidua

Mais de 50 pessoais estiveram reunidas quinta-feira, 31 de Março na casa de bairro na unidade residencial de Icidua em Quelimane

No âmbito do projecto de adaptação das cidades costeiras, o Conselho Municipal da Cidade de Quelimane em parceria com USAID e a UNOHABITAT, realizarão na Casa do Bairro de Icidua, um seminário de desenho e pré-validação de modelo de infra-estruturas habitacionais  Resilientes.

O seminário de um dia que juntou autoridades locais e membros da comunidade do Icidua, lideres municipais, instituições do estado como Fundo de Fomento de Habitação e Obras Públicas, teve como objectivo desenvolver uma alternativa de modelo de Infra-estrutura habitacionais Resilientes aos efeitos das Mudanças Climáticas para o Bairro Icidua e outros similares.

Segundo Informações avançadas pelo director adjunto da USAID do programas de adaptação das cidades costeiras, Casimiro António, “o seminário juntou  todas estas instituições   para conjuntamente com a comunidade poder se criar condições de respostas para algumas das situações que Bairros similares a de Icidua que são propensas a inundações marítimas e ventos fortes possam responder melhor a estes eventos”.

Casimiro António avança ainda que a resposta que a USAID esta a dar de apoio ao Município de Quelimane é de técnicas e procedimentos de construção de modelo de infra-estrutura que vão ser conjugadas com a prática, para reduzir a vulnerabilidade destes eventos. “Ao envolvermos os membros da comunidade local, construtores locais, pretendemos assegurar que se massifiquem estas técnicas que reduzem a vulnerabilidade das infra-estruturas das comunidades, bem Como melhorar a sua resiliência”.  Disse

Leia:  Viatura esteve na eminência de afundar no rio bons sinais